Dores musculares pós o treino – todos já sentimos!

Dores musculares pós o treino – todos já sentimos!

Iniciantes, trocas de treinos, atividades novas – são motivos para sua musculatura estragar seu dia (às vezes vários dias) com dores por toda parte. Frase muito comum – reconheço músculos que nem sabia que tinha!

O que são essas dores musculares? Como aliviá-las?

Ainda não criaram uma maneira de modificar a musculatura sem que seja por micro rupturas – pequenas lesões na fibra muscular que provocam o aumento e/ou fortalecimento da mesma.

Essa é a maneira que o cérebro se comunica – Músculos, mais fortes agora! A musculatura, diante dessa ordem, vai na contração máxima e pequenas rupturas ocorrem. Mas esse evento deixa uma mensagem às fibras musculares – Precisamos ser mais fortes da próxima vez! À noite, enquanto descansamos, as fibras estão se refazendo, sempre com a ideia de que devem ser mais fortes.

Portanto, treinar músculos muito doloridos pode ser uma péssima ideia. O ideal é esperar de 24 a 48 horas para treinar o mesmo músculo de novo (principalmente em casos de hipertrofia e força) e em alguns casos, esperar mais ainda.

As fibras estão se preparando para o novo desafio (novo treino) que virá, por isso respeite o descanso dos músculos estabelecido pelo seu professor. Essa “reconstrução” das fibras é uma das causas das dores nos músculos treinados.

Outra possibilidade de dor é devido ao ácido lático. Muitos estudos dividem as dores musculares entre esses dois vilões (micro rupturas e ácido lático). No processo bio químico das contrações há uma “sobra”, que fica instalada nos músculos – ácido lático.

Esse ácido pode transformar-se parcialmente em energia para alimentar os músculos, alguns estudos sugerem fazer até 30 minutos de cardio leve (bicicleta, por exemplo) para queimar essa “sobra” após o treino. Essa sugestão deve ser reconsiderada de acordo com seu objetivo.

Já reconhecemos que não tem para onde fugir, a dor muscular virá e, quanto mais forte o treino, mais forte é a dor. Deixemos de lado as considerações de alguns sobre “dorzinha gostosa”, muito comum entre os que treinam há muito tempo. Algumas pessoas tem maior sensibilidade a dor e outros adoram sentir a tal “dorzinha”.

Dicas para diminuir as dores muscularesdores musculares

– Banhos quentes: deixe água quente cair sobre a musculatura dolorida. Banheiras ajudam muito.

– Manter o local aquecido com roupas adequadas. Não exagerem. Plásticos não são roupas (!)

– Alongamento leve: cuidado ao alongar, a musculatura está se refazendo, não queremos rompê-la antes que ela esteja forte de novo! Faça alongamento leve e na zona de conforto.

– Massagens: algumas pessoas sentem conforto ao massagear a região dolorida com pomadas contendo eucalipto ou cânfora. Mais uma vez, a massagem em músculo dolorido nem sempre é sem dor. Seja cuidadoso.

– Treino leve: essa é a melhor dica – treine mais suave, respeitando a periodização, mas TREINE. A exposição aos processos de mudanças relacionados ao treino promoverá um hábito de sentir dor versus lidar com a dor. Seu corpo agradece.

Bons treinos, campeões!

Sobre o Autor

Fomos arquitetados para o movimento. Não há sentido em ficar sentado o dia todo! Consultora em fitness. Quer uma consultoria para sua academia ou clube? Saiba mais sobre a Marcia

error: Não copie! Compartilhe! Entre em contato se quiser um artigo nosso.