Gordura marrom e gordura branca – Entenda a diferença

Gordura marrom e gordura branca – Entenda a diferença

Você já ouviu falar de gordura marrom? E de gordura branca? Você sabia que o organismo produz dois tipos de gordura? Nem toda gordura é ruim, entenda mais sobre isso.

A gordura branca

A gordura branca acumula energia no corpo, é aquela gordura que aparece quando comemos em excesso e fazemos pouco ou nenhum exercício. Quando totalmente desenvolvido armazena os triglicerídeos em uma única e grande gota de gordura que ocupa o centro da célula.

Apesar de apresentar volumes variáveis, a gordura branca madura são células grandes que podem alterar acentuadamente seu tamanho, conforme a quantidade de triglicerídeos acumulados.

Ele possui uma distribuição generalizada pelo organismo, envolvendo ou mesmo se infiltrando por quase toda a região subcutânea, por órgãos e vísceras ocas da cavidade abdominal e por diversas partes do músculo.

gordura marrom e brancaA função deste tipo de gordura é fornecer proteção mecânica, amenizando o impacto de choques, ou seja, protege nossos órgãos caso nos machuquemos ou batamos em algum lugar, e permitindo que os músculos funcionem de forma adequada. Além disso, por possuir distribuição mais abrangente é também considerado um excelente isolante térmico.

A gordura branca é a gordura acumulada pelo excesso de alimentação, logo, ela pode causar doenças cardíacas e prejudicar a circulação, não é uma gordura saudável.

A gordura marrom

A gordura marrom é considerada uma gordura boa pois é importante para a produção de calor que irá nos aquecer. Esse fator contribui para a queima de calorias o que vai estimular o emagrecimento. Este tipo de gordura está muito mais presente em recém nascidos e filhotes de mamíferos que vivem no frio ou que hibernam, justamente por conta da produção de calor.

Para nós, que não hibernamos e não vivemos em ambientes com frio extremo, a redução de gordura marrom é bastante significativa, apenas 5 a 10% do tecido adiposo corresponde à gordura marrom. É localizado principalmente na nuca, ombros, coluna vertebral, órgãos importantes e vasos sanguíneos.

Estudos verificaram que quem tem mais deste tipo de gordura tem maior facilidade de emagrecimento ou não engorda com tanta rapidez.

Foi constatado que indivíduos obesos têm menos gordura marrom que os magros; homens têm menos gordura marrom que as mulheres; idosos têm menos gordura marrom que os jovens; e pessoas com excesso de açúcar no sangue têm menos gordura marrom.

gordura marrom e gordura brancaA gordura marrom já nasce no ser humano, ela pode aumentar ou diminuir. O frio é um fator que ajuda (e muito!) para o aumento da gordura marrom, já que essa gordura é a responsável pela manutenção do calor no organismo.

Sabe-se que, em dias mais frios, a gordura marrom é ativada para produção de calor ela queima a gordura branca, ou seja, facilita o emagrecimento. Por isso, aproveite o frio para emagrecer e saia debaixo das cobertas com aquele chocolate quente!

Existem estudos que relatam que o consumo de ômega 3 podem aumentar essa gordura que nos ajuda a reduzir a gordura branca,  o consumo de frutas com casca (maçã vermelha, uvas) também ajudam nessa redução da gordura branca.

Mas não espere que a gordura marrom seja milagrosa e que vá mudar a sua vida. A alimentação e o exercício ainda são as melhores estratégias para o controle e a redução do peso.

As gorduras que relatamos nesse artigo não são encontradas nos alimentos, elas sofrem uma transformação no nosso organismo. A gordura branca pode surgir do consumo excessivo de alimentos ou do consumo de frituras e alimentos com muitas gorduras e carboidratos.
Gostou? Compartilhe! Siga nossa FanPage!
Até a próxima

Sobre o Autor

Nutricionista por amor... Deixe que a nutrição cuide de você! Marque sua consulta CRN:3-40982