Esporte é Saúde?

Esporte é Saúde?

Quantas vezes ouvimos a frase “esporte é saúde”, dita por locutores esportivos de programas de rádio e TV, líderes do governo, diretores de centros esportivos e muitos mais. Vamos pensar na semântica dessa frase e compreender a afirmação.

Definição de esporte, de acordo com o Dicionário Aurélio: “conjunto de exercícios físicos que se apresentam sob a forma de jogos individuais ou coletivos, cuja prática obedece a certas regras precisas e sem fim utilitário imediato.”

Conceito de esporte, de acordo com Norbert Elias “Deporte e ócio en el processo de la civilizacion”(1995). Para Elias, o esporte, esses “exercícios corporais competitivos em forma altamente reguladas”, é entendido como carregado de características miméticas, e “em todas as suas variedades, é sempre uma batalha controlada em um cenário imaginário”.

Na própria definição de esporte já está implícita a “batalha” que há por vir e a falta completa de “manutenção da saúde” que implica a atividade.

Como se espera desde sua criação, tanto nos exércitos em todos os tempos da história quanto nos esportes, há de ter um campeão. Para haver um campeão, há de esforçar-se para vencer o “time” (pelotão) contrário. Numa guerra, interrompe-se o ataque devido à tensão muscular ou fadiga? Claro que não! Luta-se até a vitória, certo? Conclusão: o esporte imita as ações de guerra.

A competitividade é natural do ser humano, mas não é sua principal caraterística. De acordo com os fatos da humanidade, como guerras e mais guerras, competir sempre foi muito estimulado e necessário, já que sempre houve um inimigo a eliminar!

Agora vamos definir saúde:

Significado de saúde de acordo com o Dicionário Aurélio: “s.f. Estado do que é são, está normal: poupar sua saúde. / Estado habitual de equilíbrio do organismo./ Força, vigor, robustez.”

Definição de saúde de acordo com a Constituição da Organização Mundial da Saúde: “é um estado de completo bem-estar físico, mental e social e não apenas a ausência de doenças.

Ficou bem definido que saúde é um estado de equilíbrio, sanidade e bem-estar. O oposto de lesão, certo? A sede de ganhar e a competitividade têm cegado muitos praticantes de esportes.

Vamos usar o futebol como exemplo, quantos atletas se lesionam a cada rodada, quantas jovens revelações se destacam por causa de lesões, (lembram do Kerlon do cruzeiro?). Muitos atletas de base, já entram para o profissional com articulações comprometidas.

Vejam bem, “apontam a maratona de jogos como culpada”. Que desculpa é essa? Todos já sabiam o que viria nos Campeonatos. Futebol, assim como todos os esportes da atualidade, lesiona seus atletas. Ponto final, nada a questionar ou adicionar.

Vamos voltar então ao ponto inicial desse artigo: Esporte é Saúde. Bom, já ficou claro que NÃO É SAÚDE. Na verdade, É LESÃO. Melhor, é VITÓRIA, independente do estado que ficará o atleta após levantar o troféu no pódio.

Ok ok, você não é atleta profissional, você joga futebol de fim de semana ou participa às vezes, de uma corrida… Que tal deixar de ser um atleta de final de semana e usar o seu esporte preferido como fator motivacional para incluir a atividade física de vez em sua rotina,  dedicar-se aos treinos, alimentar-se adequadamente, melhorar flexibilidade, coordenação e força? Participe de competições de forma saudável, lembre-se: você não vive disso, como os atletas.

Se você conseguir praticar atividades como descrito acima, esporte é saúde para você. Mas se você é o famoso atleta de fim de semana, o esporte não é saudável. Isso porque não há um preparo para a atividade física: não existe um treino periódico portanto há um risco de lesão enorme.

Pais que sonham que seus filhos sejam atletas: escolham profissionais e professores que respeitem o “ser humano” antes do “competir”, alguém que entenda que ser saudável é perder um jogo às vezes e tornar-se então mais forte e preparado para vida.

Vamos acreditar que o esporte imita a vida e não a guerra. E que há de se respeitar a saúde dos praticantes dos esportes acima do desejo de ganhar.

banner post

Sobre o Autor

Fomos arquitetados para o movimento. Não há sentido em ficar sentado o dia todo! Consultora em fitness. Quer uma consultoria para sua academia ou clube? Saiba mais sobre a Marcia

Artigos Relacionados