Coenzima Q10: conheça os benefícios desta coenzima para atletas

Coenzima Q10: conheça os benefícios desta coenzima para atletas

A coenzima Q10 é um poderoso antioxidante produzido naturalmente pelo corpo e que traz grandes benefícios à saúde de atletas e não atletas.

No post de hoje contamos para você como a suplementação deste nutriente pode ajudar você a viver e treinar melhor.

Os benefícios da coenzima Q10

Também chamada de CoQ10, CoQ10 ou ubiquinona, a coenzima Q10 tem papel fundamental na produção de ATP (energia)  e controle dos batimentos cardíacos.

Ela está presente em todas as células do corpo humano, mais predominantemente onde há maior demanda por energia: coração, fígado, rins e cérebro. A Q10 também está presente em tecidos que têm regeneração mais rápida, com a gengiva.

Para que serve

Esse nutriente pode retardar os efeitos dos radicais livres e ainda favorecer o equilíbrio dos batimentos cardíacos. Chamado também de ubiquinona ou ubidecarenona, a coenzima Q10 pode ser  utilizada como suplemento alimentar.

Outras funções da coenzima são o fornecimento de energia e recuperação muscular, importantes benefícios para praticantes de esportes.

Coenzima Q10 e o coração

A coenzima Q10  auxilia no tratamento e prevenção de doenças cardiovasculares. Ela tem a capacidade de melhorar a circulação de sangue para o coração, ajudar no bom funcionamento dos músculos cardíacos, além de proteger as paredes arteriais contra depósitos de gordura, dentre outros perigos.

Pacientes que fazem uso de medicamentos do tipo “estatinas” (sinvastatina, rosuvastatina, atorvastatina etc.) podem se beneficiar com o uso da Coenzima Q10. Isso porque o uso contínuo desses medicamentos prejudica os níveis de CoQ10 no organismo. A carência de CoQ10 está relacionada aos problemas de insuficiência cardíaca.

Uma das consequências disso são as dores musculares, às quais muitos se referem quando passam a usar aqueles medicamentos. A suplementação ajuda a normalizar os níveis da coenzima e a diminuir das dores.

Fonte energética

coenzima q10

A Q10 é parte das mitocôndrias, organismos celulares responsáveis pela produção de energia para o organismo.

Por isso, tem participação essencial em processos relacionados à geração de energia no tecido muscular esquelético em resposta à contração.

Essa função ergogênica (de produção de energia) favorece muito quem busca melhorar o desempenho físico, inclusive porque pode melhorar o VO2 máximo e ajudar a prevenir os danos aos músculos na prática de exercícios intensivos ou de resistência.

Isso beneficia especialmente a realização de atividades de moderada ou baixa intensidade e longa duração, como ciclismo, corrida, dentre outras.

Fadiga muscular

Atividades de longa duração e de alta intensidade podem oferecer fadigas musculares. Para facilitar a recuperação, a coenzima pode ser ingerida no pós-treino.

Um estudo japonês realizado em 2008 mostrou que a suplementação com CoQ10 pode aumentar a performance física e reduzir os sintomas de fadiga associados ao exercício físico. No estudo, 17 voluntários utilizaram a suplementação de 300 mg de CoQ10 por 8 dias e como resultado, tivera, menos fadiga muscular e menor tempo de recuperação.

A  administração de CoQ10 pode atenuar a fadiga física através das suas funções como antioxidante ou como assistente na fosforilação oxidativa (processo de produção de ATP).

Antioxidante

As propriedades antioxidantes da Coenzima Q10 beneficiam não apenas o desempenho físico,mas também a saúde da pele e cabelos. Isso porque combate o envelhecimento celular. Assim, atenua a aparência de rugas, linhas finas e outros sinais de envelhecimento. Também ameniza a flacidez e dá mais firmeza à pele e saúde aos cabelos.

Como tomar

As dosagens ideais de CoQ10 vão depender muito dos objetivos e condições de cada indivíduo. Em geral as dosagens vão variar de 10 mg a 200 mg ao dia, fracionadas ou não. Porém o forma ideal de ingestão só poderá ser definida em conjunto com seu médico ou nutricionista.

De toda forma, como a Coenzima Q10 é lipossolúvel, o ideal é ingeri- la junto com alguma gordura boa.

Se ingerida nas doses corretas, há pouca probabilidade de causar efeitos colaterais. Os mais comuns, porém, são o desconforto estomacal, perda de apetite e sudorese.

De toda forma, a utilização por grávidas ou lactantes não deve ser realizada sem o conhecimento e orientação médicos pois não há estudos sobre os efeitos nesse grupo de pacientes.

Você pode comprar sua coenzima Q10 em nossa loja: clique aqui

 E você conhece alguém que possa se beneficiar com a coenzima Q10? Então, que tal compartilhar?

Pense nisso e sucesso!

banner post

Sobre o Autor

Jornalista - Editora da Hora do Treino.

Artigos Relacionados