Treino > Aeróbico e Anaeróbico – Qual a diferença?

Aeróbico e Anaeróbico – Qual a diferença?

Aeróbico e Anaeróbico duas palavras constantes no dia-a-dia de quem treina. Complicado para quem não treina e ouve o professor falar isso nos primeiros dias de aula. 

Entender a função e a diferença entre os dois tipos de exercícios é importante e mudará sua forma de ver seu treino e o esporte que pratica. Saber em qual sistema metabólico você está em cada momento fará diferença no seu rendimento e na evolução do seu treino.

Quase todos esportes podem ser treinados de forma aeróbica e anaeróbica, vai depender da intensidade. Para quem lê meus artigos sabe que constantemente falo de intensidade, que varia de acordo com a carga, velocidade de execução e grupos musculares envolvidos.

Treino anaeróbico

Nesse processo metabólico o corpo produz energia sem usar o oxigênio. O anaeróbio tem duas fases, alático e lático.

O alático é conhecido como mecanismo fosfocreatina ou ATP-CP (não se preocupe não vou confundir muito sua cabeça com fisiologia).

Nesse sistema o corpo fornece cerca de 10 segundos de energia. Dentro de nossos músculos temos uma “moeda energética” conhecida como ATP (Adenosina Tri Fosfato) que produz energia rápida para o músculo, que não dura mais de 3 a 4 segundos, então entra a CP (Creatina Fosfato) que ressintetiza a ATP dando mais energia para o músculo.chute_anaerobio

personal trainer online aplicativo

Para aumentar a força e energia muscular, alguns atletas fazem o uso de Creatina, como comento no artigo Melhorando o desempenho – Creatina.

Quando você usará o anaeróbio alático? Na musculação, em provas de 100m, saltos, cortadas do vôlei, movimentos de soco e chute em uma luta, ou seja, movimentos rápidos que não duram mais do que 10 segundos.

Se você der vários saltos seguidos, por exemplo, você sai do anaeróbio alático e passa para o anaeróbio lático.

O lático é conhecido como mecanismo Glicogenólise, nesse mecanismo o ATP é ressintetizado pelo glicogênio.

Dessa forma o corpo gera energia por cerca de 2 minutos, porém nesse sistema temos como resíduo produção de ácido lático, esse ácido gera aquela queimação no músculo durante uma atividade intensa.

Quando você usará o sistema anaeróbio lático? Durante movimentos intenso maiores de que 10 segundos, no sprint com a bike ou provas rápidas de natação (50m por exemplo). É essencial que todos os esportes tenham treinos para o sistema anaeróbio pois aumenta a resistência ao ácido lático, prolongando o tempo execução.

Lembre-se de que o mais importante é que o exercício seja executado em alta intensidade. Se estiver em nível moderado de intensidade você estará usando o sistema aeróbio.

Treino Aeróbico

O sistema aeróbico usa o oxigênio e nutrientes como glicose, gordura e carboidrato para produzir energia para o músculo.Aeróbico e Anaeróbico

Para criar o ATP o sistema aeróbico não é tão rápido como os outros, porém produz energia por muito mais tempo.

Quando vai usar o sistema aeróbio? Fica fácil dizer que é em atividades de resistência como corridas, pedaladas e esportes de longa duração como o futebol e o basquete.

Essa é uma das explicações do porquê a atividade aeróbica é boa para queimar gordura (mas já mostrei aqui que a musculação também é capaz de ajudar a emagrecer: Emagrecer na musculação e como atividades intensas também ajudam a emagrecer: Frequência Cardíaca ideal para queimar gordura, existe?).

Imagine agora uma partida de futebol, você irá correr o pelo campo (aeróbio), de repente você precisa dar um “tiro” para pegar a bola (anaeróbio lático), pegou a bola parou, driblou e deu chute forte (anaeróbio alático). Viu que na mesma partida podemos ter os 3 sistemas atuando? Em alguns momentos um pode predominar sobre o outro e isso acontece quase em todos os esportes.

Aqui na Hora do Treino você pode ter uma consultoria de treino com uma ferramenta completa para te ajudar entrar em forma. Escolha seu personal, tenha um treino personalizado para seu objetivo e local de treino, Chat direto com o seu personal trainer. Acesse! E tenha seu treino online!

Conhecemos três tipos de músculos sobre os quais o sistema metabólico atua de forma coerente: músculos tipo I possui como função predominante a aeróbia e o IIb a anaeróbia.

Agora você já sabe porque é preciso treinar os dois sistemas, aeróbico e anaeróbico, e como estimulá-los.

Gostou? Compartilhe! Siga nossa FanPage.

Bom Treino