Dieta e treino- integrando os dois!

Dieta e treino- integrando os dois!

Sua dieta e treino estão de acordo um com o outro? Percebemos que nenhum programa de treinamento traz sucesso se não for acompanhado de uma nutrição adequada e compatível com a fase do treinamento em que a pessoa se encontra.

Vamos entender como funciona a dieta e o treino quando são trabalhados juntos!

Se formos analisar todos os aspectos envolvidos no treinamento, a nutrição, como peça fundamental, pode chegar a até 60% em importância, segundo muitos especialistas. Desta forma, todas as pessoas envolvidas em um programa de treinamento devem estar preparadas para dedicar muita atenção à alimentação.

Isto envolve a abdicação de velhos hábitos alimentares, tais como comer excessivas quantias de frituras, chocolates, bolos e sorvete, e total aceitação em um novo estilo de vida, com cereais integrais, frutas, legumes e verduras, carboidratos e proteínas balanceados de acordo com a necessidade e a atividade física realizada.

Podemos ver o quanto as pessoas estão cada vez mais preocupadas em manter um corpo saudável. Academias lotadas, parques com pessoas caminhando, correndo, pedalando. Estamos na era da vida saudável. Muitas questões surgem quando começamos a praticar exercícios, uma delas é referente à alimentação antes e depois do treino.

Vale destacar que tanto a alimentação como a hidratação é fundamental para quem faz exercícios. A alimentação pré e pós-treino é extremamente importante no plano alimentar de um praticante de atividade física. É esta alimentação que fará com que o atleta tenha melhor rendimento, melhor recuperação e menor risco de lesão muscular.dieta e treino

Uma grande pergunta que você deve fazer é: será que minha dieta está de acordo com meu treino?

Dieta e Treino é preciso integrá-los

Imagine que você está fazendo uma dieta para emagrecer porque quer perder peso, mas o seu treino está em fase de resistência e fortalecimento para melhorar e praticar mais corrida, porém seu rendimento nos treinos são terríveis, você se sente fraco, sua recuperação não é boa e quando resolve forçar na corrida para perder os quilos vem a lesão.

Esse é um exemplo que mostra que a alimentação não está em equilíbrio com o treinamento proposto. E isso ocorre frequentemente, dieta e treino devem andar juntos.

Antes do exercício (pré-treino), o atleta deve consumir alimentos que forneçam energia para o corpo. Neste momento o melhor grupo alimentar é o carboidrato, simples ou complexo, dependerá do exercício e do tempo que terá para se alimentar antes de realizá-lo.

Após a atividade física (pós-treino), o atleta deve priorizar a recuperação muscular e a recuperação de energia, portanto, deve consumir alimentos fonte de proteína como leite e derivados; carne vermelha (preferir as mais magras – alcatra, coxão mole, coxão duro, lagarto, baby beef, patinho); carnes brancas (frango, peixe); soja e derivados (por exemplo, extrato de soja; quinua; amaranto etc), sugere-se que a alimentação seja balanceada.

O seu treino e a sua alimentação devem estar interligados para que os dois tragam bons resultados.

Procure um nutricionista! Se alimente e se exercite de forma adequada!

Sobre o Autor

Nutricionista por amor... Deixe que a nutrição cuide de você! Marque sua consulta CRN:3-40982