Carboidrato à noite: será que engorda mesmo?

Carboidrato à noite: será que engorda mesmo?

Tanto se diz que carboidrato à noite engorda, que às vezes temos a impressão de ganhar três quilos a cada rosquinha comida antes de dormir. Mas será que é tão perigoso assim?

Hoje a conversa é com a nutricionista clínica da Hora do Treino, Deise Santiago que explica melhor esse assunto e desvenda alguns segredos do carboidrato. E responde a grande pergunta: Comer carboidrato a noite engorda?

Os carboidratos e a energia

Antes pensar neles como vilões, é bom deixar algumas coisas claras: a energia de que precisamos para viver tem uma fonte certa: os carboidratos. Isso quer dizer que além de serem gostosos eles são, sim, imprescindíveis para a saúde.

Quanto ao valor calórico, eles também não são assim tão do mal: uma comparação simples mostra que eles têm a mesma quantidade de calorias que a proteína (4kcal/grama) e menos da metade que a gordura (9kcal/grama).

Ação no organismo

A nutricionista Deise Santiago explica que quando consumimos carboidrato, ocorre a liberação de insulina. A insulina é um hormônio que facilita o aumento de peso porque todo carboidrato consumido se transformará em glicose e será utilizado pelas células para a produção de energia.

“A energia que não é gasta transforma-se em gordura acumulada por isso engordamos quando consumimos carboidratos porque não gastamos o suficiente para que ele seja queimado.

Como a digestão é mais rápida do que com proteína e gordura, a geração de energia é mais rápida, ou seja, menos tempo para gastá-la”

comer carboidrato à noiteSimples ou complexo

Embora acabemos por generalizar “os carboidratos”, eles não são um grupo homogêneo. Eles dividem-se em dois tipos:

O carboidrato simples: tem na base farinha branca e/ou açúcar refinado. Por exemplo, pães e massas brancos, doces etc.. Logo depois de entrar no organismo ele é transformado em glicose. Porém, como toda essa glicose não é usada ao mesmo tempo, o corpo a guarda para usar mais tarde.

Carboidrato complexo: demora mais para ser absorvido pelo organismo pois precisa de várias etapas para ser quebrado em glicose. Alguns exemplos são cereais integrais, frutas com casca e leguminosas. Como ele é quebrado mais lentamente, a insulina não é tão requisitada, e necessidade de criar reservas deixa de existir. Você pode ver mais a diferença nesse artigo: Carboidratos simples e complexos

Porque a dieta low carb funciona

Então, se o carboidrato também tem essas vantagens, você pode se perguntar por que as dietas com ingestão reduzida de carboidrato, as chamadas low carb, funcionam.

Deise explica que esse tipo de dieta emagrece porque reduz a quantidade de calorias ingeridas, isso faz com que o corpo precise queimar a gordura armazenada para gerar energia.

“Além disso, a pessoa que está fazendo dieta aumenta a quantidade de exercício físico. Essa mudança faz a pessoa perder peso, mas não exclusivamente por conta da redução do carboidrato.”

Homens X mulheres

Bom, mas os segredos do carboidrato não param por aí… há ainda um outro fator que facilita o ganho de peso, quando se ingere esse tipo de alimento: “é preciso levar em conta que as mulheres possuem hormônios que dificultam a perda de peso”, diz Deise.

O motivo?

“Historicamente o corpo feminino é feito para gerar um feto, e o feto para ser protegido precisa da gordura. Essa gordura é a que nos protege do calor, de impacto físico, quedas, e isso faz com que o homem consiga perder peso mais rápido ou não ganhar mais do que as mulheres.”

Comer carboidrato à noite

Não é apenas impressão: aqueles dois biscoitinhos, ou um mingau de aveia, realmente ajudam você a dormir melhor: “o carboidrato consumido à noite, em pequena quantidade, pode ajudar no sono”, revela Deise.

Esse tipo de alimento aumenta as quantidades de serotonina, responsável por deixar o corpo menos ansioso, e também de melatonina, que aumenta o sono fazendo você dormir melhor. Entretanto, ela ressalta que o o consumo excessivo pode ter o efeito oposto, causando pesadelos e desconforto durante  o sono.

E os exageros também se refletem no ganho de peso. Deise explica que  “o excesso de carboidrato à noite pode engordar, porque é um período em que não se gastam muitas calorias e tudo o que for consumido será armazenado.”

Em suma, não é porque você deixou de comer aqueles carboidratos simples após as 18h que você vai emagrecer.  A questão não é o horário. Você vai emagrecer simplesmente porque deixou de comê-los.

Pense nisso e sucesso!

Sobre o Autor

Nutricionista por amor... Deixe que a nutrição cuide de você! Marque sua consulta CRN:3-40982