Qual é o seu tipo de pisada?

Qual é o seu tipo de pisada?

Fundamentais para o bom desempenho durante a pratica esportiva, os pés variam de formato e consequentemente influenciam no tipo de pisada. Saber seu tipo de pisada é fundamental para evitar dores e lesões e melhorar o rendimento. Vamos descobrir qual é seu tipo de pisada hoje?

Os pés são importantes para todas atividades praticadas. Em funções como distribuição de peso e amortecimento de impacto percebemos que os pés merecem cuidados.

Alterações na angulação do joelho, quadril e coluna e/ou excesso de peso modificam o arco do pé e o tipo da pisada. Essa alteração no movimento da caminhada por exemplo, pode ser o suficiente para provocar dores no joelho, tornozelo, calcanhar e no arco plantar.

Você já deve ter visto em lojas de calçados ou artigos esportivos a chamada “descubra seu tipo de pisada” na tentativa de levá-lo a compra de um tênis apropriado.

Assim como o tênis muda de acordo com o esporte, ele também muda de acordo com a pisada.

Arco plantar e o tipo de pisada

Conhecer o arqueamento dos seus pés o levará a conhecer também seu tipo de pisada, que por sua vez aponta algum desvio corporal ( joelho, quadril ou coluna) que influencia na mecânica da caminhada.

Para descobrir sua pisada, sem ter de recorrer aos equipamentos especialmente desenvolvidos para isso, pegue um tênis antigo e verifique a parte mais desgastada. Outra forma é molhar o pé e pisar em  uma superficie onde você consiga ver o desenho (como uma folha de papel ou piso escuro).

Pisada neutra

– É a pisada ideal, a parte externa do calcanhar atinge o solo primeiro e o pé faz uma leve rotação para dentro (esse giro tecnicamente é chamado de pronação).  O tornozelo e o pé seguem a linha vertical da perna, com isso absorvem melhor o impacto reduzindo o risco de lesão.

tipo de pisada

O arco para essa pisada tende a ser o arco médio, no desenho o peito do pé chega ao calcanhar ligado por uma faixa com uma certa curvatura.

Pisada pronada

O pé faz uma rotação excessiva na hora da pisada. Tornozelo e pé se desalinham tendo menor eficiência  e uma  sobrecarga para joelho e o quadril. Maior risco de lesão.

 tipo de pisada pronada

Normalmente o arco plantar nessa pisada é o arco baixo (pé chato), fica nítido no desenho o movimento excessivo do pé para dentro, forte tendência a ter muita flexibilidade o que também pode gerar lesões como entorse e ruptura de ligamento.

Pisada supinada

Na hora da pisada o pé faz o giro contrário ao da pisada pronada, ou seja, para o lado de fora. Esse movimento possui menor eficiência e absorção do impacto, sobrecarregando joelho, quadril e costas.

tipo de pisada supinada

Pessoas com os pés com arco alto (pé cavo), tendem a ter esse tipo de pisada.

No desenho pode-se notar que o peito do pé e calcanhar tocam no chão deixando um grande espaço entre eles. Os pés cavos são mais rígidos tendo menos mobilidade.

Sua pisada no treino

Se você não tem a pisada neutra, uma boa opção é um palmilha ortopédica.

Vale lembrar que a sua pisada muitas vezes é reflexo de outro desvio como na coluna e joelhos. Ambos devem ser tratados para melhorar a mecânica senão nada adiantará.

Exercícios e alongamentos melhoram a pisada e até o arqueamento dos pés, devendo ser aplicados de acordo com cada caso. A prática de propriocepção corporal ajuda no movimento da corrida, por meio do ganho de  força e resistência nos músculos estabilizadores e nas articulações.

Um ortopedista, fisioterapeuta e seu professor podem te ajudar com exercícios apropriados.

E ai, já descobriu qual é seu tipo de pisada? Faça um teste e…

Bom Treino

About The Author

Personal Trainer por profissão, blogueiro por acidente. Treino é mais do que um vício: é um estilo de vida para mim! Saiba mais sobre o Renato CREF: 0859033-G/SP

Related posts