Maltodextrina e Dextrose – Qual diferença? Quando tomar?

Maltodextrina e Dextrose – Qual diferença? Quando tomar?

Muitas pessoas já sabem que o carboidrato é uma das nossas principais fontes de energia. Esse artigo vai te explicar um pouco melhor sobre 2 tipos de carboidratos muito importantes, a maltodextrina e dextrose.

Durante os exercícios resistidos (musculação) e de alta intensidade, os nossos músculos utilizam o glicogênio (estoque de glicose) como fonte de energia. Porém, quando ele acaba, os músculos ficam fadigados e fica muito difícil de continuar o treino.

Diante disso é importante saber que a principal função do uso de carboidratos é fazer com que a glicose esteja presente para aumentar os níveis de energia muscular permitindo que possamos continuar a musculação, melhorando o nosso rendimento.

Existem suplementos alimentares que podem ajudar nesse momento, podemos citar a Maltodextrina e dextrose, que são dois tipos diferentes de carboidratos, um é mais simples (rápida absorção) como é o caso da Dextrose e o outro é mais complexo  (lenta absorção), a Maltodextrina.

Maltodextrina 

A principal função da Maltodextrina é fazer com que a proteína não seja utilizada como fonte de energia mas que vá para os músculos e promova a recuperação e aumento deles.

Como é feita a Maltodextrina?

A Maltodextrina é um carboidrato complexo, proveniente da conversão enzimática do Amido do Milho.

O mais importante é saber que sua absorção pelo organismo é lenta e gradativa , o que faz com que ela forneça energia durante uma atividade física que necessita de resistência e que seja de longa duração.

Quais os Benefícios da maltodextrina?

Seus principais benefícios são dar energia suficiente para treinos bastante pesados e mais longos, como também, ajudar na construção dos músculos.

Ela é ideal para manter os níveis de glicose no sangue na medida certa durante um grande espaço de tempo evitando problemas como a hipoglicemia pois uma queda da glicose pode desencadear uma série de problemas no organismo como a hipotensão arterial.

Como tomar maltodextrina?

Primeiramente, só consuma quando for treinar. Por se tratar de carboidrato tem calorias, calorias não gastas engordam, ou seja, aumento de gordura que nada mais é que energia estocada pelo organismo.

Ela pode ser associada a um Whey Protein, pois o carboidrato auxilia a proteína a entrar na célula e ser utilizada por ela para a construção e reparação dos músculos.

Os melhores horários para se consumir são como pré e pós treino. Sendo o pós treino associado à proteína. A quantidade precisa ser determinada em conjunto com um profissional nutricionista.

Dextrose

Também é um tipo de suplemento alimentar que é retirado do milho, é considerado um carboidrato simples por ser de fácil absorção pelo organismo humano. Podemos inclusive chamar a dextrose de glicose, já que possui alto índice glicêmico e uma absorção rápida.

Como tomar a Dextrose?

Geralmente este tipo de complemento é encontrado na forma de pó, então, o mesmo deve ser tomado como se fosse uma vitamina ou um shake. Essa mistura é interessante que seja feita diretamente com água.

A Dextrose causa um pico de insulina muito mais rápido do que a Maltodextrina, isso facilita a produção de energia e também facilita o processo de absorção dos aminoácidos, provenientes da proteína, nos músculos. Ou seja, regeneração muscular mais rápida.

Quais as precauções para tomar o Dextrose?

Para prevenir e não ter nenhum tipo de problema ao tomar o suplemento, é interessante que você sempre busque ajuda de profissionais, ou seja, um nutricionista para te orientar.

Quais os benefícios da dextrose?

Além da reposição do glicogênio muscular, facilita a utilização dos outros nutrientes como a proteína. Evita hipoglicemia, porém não deve ser utilizada por pessoas com diabetes para evitar hiperglicemia (a dose de insulina ou a medicação precisam estar muito bem reguladas para que a sua utilização não traga malefícios).

Como obter resultado usando maltodextrina e dextrose juntos?

Ambos os suplementos maltodextrina e dextrose podem ser usados juntos, como também, separados, dessa forma podemos conseguir resultados surpreendentes.

Sendo assim vejamos alguns exemplos que podem ajudar você a ganhar cada vez massa muscular e os resultados esperados.

No pré-treino – o mais indicado é que seja tomado meia hora antes de começar qualquer treino, ou seja, você poderá fazer um shake usando os dois suplementos juntos. Isso significa absorção rápida e glicose disponível de forma imediata e uma absorção mais lenta para ter glicose disponível ao longo do treino. Para que você consiga melhores resultados durante os treinos, além do shake é indicado que faça uma boa refeição, com até 2 horas de antecedência.

No Treino – durante o treino você tomar os suplementos de forma fracionada, ou seja, em doses reduzidas no decorrer dos exercícios. Pequenas quantidades irão fornecer doses mínimas de energia mas que te manterão ativo e com alto rendimento.

Após o Treino –  já que durante o treino você gasta uma quantidade muito grande de energia, é importante repor os estoques neste momento, evitando que o corpo utilize os músculos como fonte de energia. Mais importante do que repor o glicogênio e a taxa glicêmica adequada, é consumir também proteína neste momento, pois até 4 horas será o nutriente que seu corpo mais irá utilizar para reconstituir as fibras musculares.

Lembre-se sempre de procurar um profissional nutricionista para poder ajustar doses e horários de suplementos!

Bom treino!

Já conhece nossa loja? Acesse: Clique aqui

Sobre o Autor

Nutricionista por amor… Deixe que a nutrição cuide de você! Marque sua consulta CRN:3-40982

error: Não copie! Compartilhe! Entre em contato se quiser um artigo nosso.