Atletas profissionais de sucesso que trocaram de modalidade e o que eles podem ensinar

Atletas profissionais de sucesso que trocaram de modalidade e o que eles podem ensinar

É fato que o caminho para o sucesso é muito mais tortuoso e complicado do que parece à primeira vista. Muitas vezes essa trajetória não envolve apenas altas doses de talento e de treino, mas também consiste em não desistir até encontrar a coisa certa.

Aqui estão alguns dos principais atletas profissionais que trocaram de modalidade e como eles podem servir de inspiração para qualquer um que pretenda seguir uma das diversas carreiras disponíveis no esporte.

Atletas profissionais que mudaram de modalidade

atletas profissionaisRamón Colillas

Um dos melhores exemplos recentes de uma trajetória profissional fora do comum e bem-sucedida é a do atleta Ramón Colillas, cuja história envolve uma longa e árdua jornada antes do sucesso. Ramón começou sua carreira profissional como estudante de Educação Física na Universidade de Vic em Barcelona. Ao mesmo tempo, ele atuava como jogador de futebol em alguns times de base do país.

Sua carreira com a bola redonda parecia promissora, mas uma lesão no joelho fez com que ele fosse obrigado a fazer uma cirurgia e o afastou dos gramados por um período considerável. Mesmo assim, Colillas não desistiu e após se recuperar da cirurgia e das sessões de fisioterapia conseguiu uma vaga no time Manresa da Catalunha, onde jogou por um bom tempo.

Infelizmente, seu destino não estava no futebol e ele acabou lesionando o joelho mais duas vezes antes de ter que parar de vez com o esporte.

Nessa época, o atleta conseguiu se formar como profissional de educação física e acabou abrindo uma academia em que atuava como gerente e personal trainer. Ela fez sucesso e sua história poderia ter acabado aí, mas Ramón sentia falta da competição que só o esporte pode proporcionar.

Foi aí que ele conheceu o poker e começou a disputar partidas e torneios próximos da sua região. Em pouco tempo ele percebeu que levava jeito para o esporte e rapidamente ampliou o nível das competições até conquistar o PokerStars Players Championship, um dos maiores torneios internacionais de poker. A carreira de Colillas no poker ainda não terminou. O atleta continua em ascensão nessa modalidade esportiva e pretende continuar disputando torneios de renome internacional no futuro.

Rebecca Romero

Rebecca Romero é uma das atletas mais resilientes da história. Ela começou a carreira esportiva no remo e ganhou uma medalha de prata nos Jogos Olímpicos de Atenas em 2004. No ano seguinte, ela foi parte da equipe que venceu o Campeonato Mundial de 2005.

Uma lesão nas costas fez com que Romero tivesse que se aposentar do remo em 2006, mas ela não desistiu de uma carreira esportiva e logo começou a dedicar seus esforços para o ciclismo.

Todo seu trabalho árduo compensou e pouco menos de dois anos depois ela ganhou a medalha de ouro individual nas Olimpíadas de Pequim de 2008. No processo, ela tornou-se a primeira mulher britânica e segunda mulher de qualquer país a ganhar medalhas em dois esportes diferentes nas Olimpíadas de Verão e por suas conquistas impressionantes, ela acabou sendo homenageada como Membro da Ordem do Império Britânico em 2009.

Brock Lesnar

O último atleta é um exemplo de como o mundo as vezes é preciso explorar todas as opções antes de decidir qual é a correta. Brock Lesnar se tornou o “King of the Ring and Royal Rumble” mais jovem na história da World Wrestling Entertainment (WWE) pouco após sua estreia no esporte. No entanto, logo após alcançar o topo ele escolheu tentar realizar um antigo sonho de atuar como jogador de futebol americano na National Football League (NFL).

O atleta brilhou no combine da NFL com bons números e conseguiu entrar no time do Minnesota Vikings em 2004. Seus companheiros de equipe o elogiaram muito pela ética profissional e disposição para os treinos, mas após um breve período no time ele não se adaptou aos jogos e resolveu voltar ao mundo da luta em outra modalidade.

Lesnar escolheu o Mixed Martial Arts (MMA) e teve um bom desempenho durante os anos de atuação. O atleta ganhou seis das nove lutas que lutou e até mesmo conseguiu um título de campeão da UFC.

Depois dessas passagens por diferentes modalidades, Lesnar teve certeza que o seu lugar era na WWE e decidiu voltar para a liga, onde atua até hoje como um dos seus maiores atletas.

Inúmeros caminhos diferentes

A trajetória de todos esses atletas serve não apenas para mostrar a importância de não desistir em face de dificuldades, mas também como é possível ser bem-sucedido em áreas e caminhos diferentes das ideias originais e como não há nada de errado em tentar de novo quando algo dá errado.

Gostou? Compartilhe!

Sobre o Autor

Quer mais informações? Ficou com alguma dúvida? Entre em contato! via Fale Conosco