Como pular corda?

Como pular corda?

Você sabe como pular corda? Com saltos ritmados e movimentos coordenados? Agora ficou mais difícil, né? Se você quer aprender, agora é sua chance!

Benefícios de pular corda

Pular corda é um ótimo exercício para ganhar resistência muscular. Por ter predominância aeróbica, proporciona praticamente os mesmos benefícios de uma corrida, sem contar que a corda é fácil de levar e praticar em qualquer lugar. Basta querer!

  • Não precisa de muito espaço – um quintal simples ou sala com um teto mais alto já é perfeito para praticar esse exercício.
  • Trabalha coordenação motora – sincronizar saltos diferentes com a batida da corda desenvolve a coordenação motora, por isso muito utilizado quando se é criança.
  • Agilidade – conforme você vai pegando o ritmo e coordenação você vai perceber que tendencia é aumentar a velocidade dando pulos cada vez mais rápidos também.
  • Condicionamento – é um exercício que proporciona muito condicionamento físico devido sua complexidade com movimento repetitivos.

Pular corda emagrece?

Essa atividade também é ideal para queimar calorias e emagrecer, porém, se você estiver muito acima do peso não é recomendado pular corda devido ao impacto repetitivo que pode gerar lesões.

como pular corda?Se for esse o seu caso, inicie um trabalho de fortalecimento muscular e logo você poderá inciar seus primeiros pulos que ajudarão a queimar as gordurinhas.

Cuidados antes de pular a corda

Pessoas que sofrem com lesões nos tornozelos, joelhos, quadril e coluna devem tomar cuidado antes de iniciar o treino com corda: tenha certeza de que sua lesão está tratada antes de iniciar (com impactos constantes e repetitivos as lesões podem piorar).

Para que sua prática evolua e você pule com fluência, é importante ter uma corda de qualidade sendo que o mais importante é que ela tenha rolamento para que não fique retorcida e não atrapalhe seus pulos.

Compre uma corda que permita que ajustes de tamanhos sejam feitos, praticar com a corda muito longa ou muito curta pode prejudicar a qualidade do salto além de dificultar a aprendizagem.

Existem várias formas de medir o tamanho da corda, a que eu uso e indico para vocês é: pise com os dois pés unidos no centro da corda; estique a corda até que as manoplas fiquem na altura da união das primeiras costelas com o osso externo. Se passar desse ponto está muito longa e precisa ser ajustada (não corte, se for o caso da sua corda, até ter a certeza de que está no tamanho ideal).

Mas como pular corda?

Eu fiz esse vídeo com alguns exercícios didáticos e dicas para você sair pulando. Lembrando que o tênis para saltar precisa ser baixo e com solado liso (infelizmente na gravação do vídeo eu não tinha um com solado liso disponível, hehe).

Para você que está iniciando, o ideal é pular no máximo 15 minutos em dias alternados. Não se preocupe com velocidade da corda nem em saltar com estilo: o ritmo e a coordenação vêm naturalmente.

Preste atenção nos movimentos de braços e pernas, se está realizando o amortecimento corretamente. O abdômen está contraído? Os braços estão firmes?

Com o tempo você pode ir incrementando os pulos dentro do seus treinos, como em um circuito, aquecimento ou até mesmo sua atividade aeróbica.

Errar é comum e frequente quando se inicia um treino de pular corda. Não se desespere ou se sinta frustado com a quantidade de vezes que você vai pisar na bendita cordinha.

Agora você já sabe como pular corda, use as dicas e pratique bastante!

Gostou? Compartilhe! Siga nossa FanPage! 

Bom Treino

Sobre o Autor

Personal Trainer e empreendedor. Treino é mais do que um vício: é um estilo de vida para mim! Precisando de Personal Trainer? Clique Aqui CREF: 0859033-G/SP