Nutrição > Remédios e dietas para emagrecer, funciona?

Remédios e dietas para emagrecer, funciona?

remédios e dietas para emagrecer

Depois de mostrar alguns problemas da obesidade, vou falar de alguns pontos de quem busca emagrecer rápido como por um milagre. A busca pelos remédios e dietas “milagrosas” e o que fazer quando finalmente chegamos ao peso desejado. Pontos esses que podem ser cruciais para seu objetivo ser alcançado ou para mantê-lo.

Não vou ser caretão aqui e ficar falando que remédios são perigosos e etc… Alguns casos são sim necessários, mas quem avalia isso é um médico, assim se você quer começar a tomar medicamentos para ajudar a emagrecer consulte um médico.

Todos sabem que várias pessoas tomam remédios para essa finalidade, deixo então um recado, eu não conheço e nunca vi uma pessoa que emagreceu tomando apenas remédios e continuou magra após o término, ainda mais sem sofrer com efeitos colaterais. Então se você quiser emagrecer para melhorar sua saúde, você não vai tomar algo que pode colocá-lo em risco, né?

Alguns problemas de emagrecer com remédios e dietas milagrosas

O que acontece é que sempre buscamos a maneira mais rápida e fácil de conseguir as coisas, queremos uma fórmula mágica para tudo, mas infelizmente não é assim que funciona. Você não ficou acima do peso em dois meses e não vai conseguir emagrecer também.

A maioria desses remédios são inibidores de apetite e sem comer a tendência é emagrecer claro, mas se você não treinar e não tiver uma alimentação adequada, o que acontecerá quando você parar de tomar o remédio?

Vai voltar tudo elevado ao quadrado, nosso corpo é uma máquina incrível, quando você passa muito tempo sem comer ou comendo pouco o organismo acha que estamos passando por uma “crise”, imagine milhões de anos atrás quando o homem ainda tinha que caçar, claro que nem todos os dias havia comida e como o organismo se defende disso?

Simples, muito tempo sem comer faz o organismo gastar menos calorias para manter as funções vitais e quando finalmente a comida aparece, rapidamente se estoca o máximo nas células de gordura, vai saber quando terá outra refeição? Organismo não liga para estética, está preocupado com sua homeostase, em manter o equilíbrio do organismo, se está faltando a ordem é economizar e estocar o máximo.

Se mesmo assim você ainda quiser tomar remédio, faça com acompanhamento médico, não fuja da atividade física e tenha uma alimentação saudável e regular. E claro, pesquise sobre as contraindicações e efeitos colaterais, talvez isso faça você pensar mais a respeito.

As dietas milagrosas, muitas vezes restringem muitos alimentos e nutrientes importantes para nós, a diferença da dieta é que são por tempos menores e nas primeiras sensações de mal-estar deixamos de lado a tão milagrosa.remédios e dietas para emagrecer

Existem centenas de dietas e cada dia aparece uma nova, como não sou nutricionista não vou me aprofundar muito no assunto, pergunte para quem entende: Dr. Deise Santiago, mas devemos tomar alguns cuidados.

As melhores dietas são feitas por nutricionistas qualificados, pela simples razão de serem feitas a partir da sua rotina. Portanto seguir a dieta do amigo só porque funcionou com ele não significa que irá funcionar com você, pois sua rotina é diferente, seu treino e seu organismo também, fato que deixa as coisas mais difíceis para  fazer com que a dieta seja uma fórmula milagrosa.

Passarei algumas dicas clássicas, talvez você já as tenha lido em alguma revista ou visto na televisão, contudo são comprovadas cientificamente.

– Coma mais vezes e em menos quantidade, a famosa refeição a cada 3 horas;

– Evite carboidratos horas antes de ir dormir;

– Evite frituras e comidas gordurosas;

– Beba água com mais frequência;

– De preferencia para carboidratos complexos (Ex.: Frutas, Grãos, Aveia, Batata-Doce).

Seguindo essas dicas você já irá começar a sentir diferença e com o acompanhamento de um nutricionista, passando alimentos certos para você nos momentos exatos, sua dieta estará perfeita.

Emagreci! E agora? 

Você conseguiu! Emagreceu e agora morre de medo voltar ao peso anterior, se foi através de remédio e dietas, cuidado para não recuperar tudo de novo.  As chances de você voltar ao peso antigo mais rápido do que levou para perde-lo são grandes. Começar a treinar se mostra necessário para manter o peso e aumentar a qualidade de vida.

Com o peso alcançado você deve continuar a treinar, talvez não com a mesma intensidade ou volume de antes, a alimentação também, talvez, não precisará ser tão restrita. Tem que se criar um hábito, o “gostar” do novo estilo de vida. A mensagem aqui então é clara e objetiva: Treinar é para vida!

Com o peso alcançado, comer um doce a mais ou extrapolar um pouco no fim de semana não vai pesar na sua consciência. Se você já criou o hábito de treinar e de se alimentar direito, você passa a fazer isso sem perceber.

Caso aconteça de você ter voltado ao peso antigo, descubra onde você errou, é muito comum querer relaxar quando o objetivo é alcançado, o melhor a fazer é criar novos desafios para estar sempre motivado.

Disciplina e dedicação para emagrecer só dependerá de você. Seu professor passará o treino para sua meta, sua nutricionista a dieta, mas se não for seguida e realizada não servirá de nada. O caminho foi mostrado só depende de você.

Abro espaço agora para quem tem dúvidas, se gostou, compartilha!

Bom Treino