Pular para o conteúdo
Treino > Exercícios > Exercício Perdigueiro – Entenda os benefícios e como fazer

Exercício Perdigueiro – Entenda os benefícios e como fazer

exercício perdigueiro

Já ouviu falar no exercício perdigueiro? Esse exercício não era tão comum nas academia, mas saiba que é ótimo exercício para região lombar! Quer saber mais? confira esse artigo!

A prática de exercícios lombares, além de melhorar o seu desempenho, também ajuda na prevenção de possíveis dores e lesões com o passar do tempo. Se você não conhece onde fica a a região lombar, é a parte de baixo das costas.

Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), cerca de 80% da população já foi atingida por um tipo de dor lombar, com diferentes níveis de intensidade. Essa é uma porcentagem muito alta, tornando esse tipo de dor muito comum.

Sendo assim, é imprescindível, para você que deseja se prevenir de ter uma possível dor na lombar, ou se você já tem, fazer movimento para fortalecer essa região como o exercício perdigueiro.

O perdigueiro é muito comum inclusive na fisioterapia, além do Pilates e do treinamento funcional. Porém, mesmo se você faz hipertrofia o perdigueiro lhe será muito útil, incluindo skatistas e esportes semelhantes.

Para que serve o exercício perdigueiro?

O perdigueiro ajuda no fortalecimento da região do core, incluindo também as costas e o abdômen. Por isso é muito recomendado para skatistas, para quem faz hipertrofia e também para quem quer prevenir no futuro, ter esse tipo de desconforto.

O perdigueiro garante maior resistência no tronco, diminuindo as dores lombares. Para pessoas que trabalham muito tempo sentadas ou em pé, o exercício perdigueiro também é o ideal. Além disso, o perdigueiro também trabalha o equilíbrio e a concentração.

Essencialmente, o perdigueiro trabalha essas áreas que mais precisam ser fortalecidas, de maneira intensa. Além disso, o perdigueiro também ajuda a manter uma postura ereta.

Para obter todos esses benefícios, é necessário que esse exercício seja praticado corretamente. Confira a seguir, como praticá-lo de maneira inteligente.

exercício perdigueiroComo fazer o exercício perdigueiro?

Primeiro passo: A posição inicial do perdigueiro é muito simples. Começa-se com quatro apoios. Os punhos devem estar alinhados com os ombros, e os joelhos com os quadris, para alunos mais avançados pode fazer com os pés apoiados, na posição de flexão de braço. As costas estarão em uma posição neutra. Agora, o único desafio aqui, é manter essa postura. Mantenha seu corpo o mais estável possível, caso sinta instabilidade nessa posição pode afastas os braços e/ou pernas uma da outra, aumentando sua base;

Segundo passo: Nesse passo, você deve remover uma das mãos do chão esticando os braços para a frente ao inspirar, ao mesmo tempo deve elevar a perna oposta do braço estendido. Isso deve ser feito de modo que os músculos do CORE sejam ativados.

Terceiro passo: A última fase é voltar para posição inicial, expirando o ar. Um detalhe importante, o braço e perna que elevaram não deverão voltar para o chão, deverão se aproximar ou até mesmo encostar cotovelo no joelho e reiniciando o movimento.

É importante que a cabeça esteja voltada para baixo, dessa forma você garante que as curvas fisiológicas da coluna estejam devidamente alinhadas.

Ahh, vale lembrar que se você já realizou um treinamento com levantamento terra, agachamento e outros. Mas deseja obter um fortalecimento localizado mais intenso, recomendamos fortemente o perdigueiro no final do treino.

Quer ter o exercício perdigueiro no seu treinamento? Encontre um personal trainer em nossa plataforma para uma consultoria de treino online totalmente personalizada.

Gostou? Compartilhe! Bons treinos!

Tenha uma consultoria de treino!

Encontre seu personal!