Profissional de Educação Física

Profissional de Educação Física

Esse artigo é dedicado ao profissional de educação física. Quem busca entrar nessa área, quem se formou ou admira essa profissão e irá explorar a origem e importância da educação física.

Falar de educação física é complexo, afinal são tantas áreas possíveis de atuar: educação física escolar, academia (nesse entra: musculação, ginástica e natação), avaliador físico, personal trainer, preparador físico, técnico (esporte específico), acadêmicos, fisiologistas e por aí vai. Este artigo será focado na área escolar, “fitness” e rendimento.

A educação física como profissão regulamentada é bastante recente. Foi no final da década de 1990, com a criação do CONFEF, que as universidades foram se adaptando e a profissão foi crescendo e ganhando espaço.

Antes disso, a atuação em diversas áreas da Educação Física se dava por experiência prática. Instrutores de academia, por exemplo, eram selecionados de acordo com sua experiência em musculação – claro que muitos estudavam o tema e faziam cursos, mas por gostar da atividade e mais voltado para o fisioculturismo. As universidades formam profissionais para treinar atletas, melhorar habilidades, técnicas e aspectos físicos. Os profissionais que atuavam com educação física escolar geralmente tinham em sua bagagem alguma atuação militar devido à experiência com exercícios físicos e para que pudessem estimular a disciplina.

A educação física – Escolar

Pode perguntar, quase todos que procuraram cursar educação física foi porque tiveram um bom professor na época escolar.

É na escola que criamos nossa “alfabetização” motora e onde desenvolvemos nossas habilidades físicas. Quando temos um bom professor – e professor bom não é aquele que só passa jogo, mas aquele que estimula nossa capacidade de coordenação – nosso potencial é despertado para que gostemos de atividade física e pratiquemos qualquer esporte que seja.profissional de educação física

Na educação física escolar, além da coordenação motora, é possível desenvolver outras capacidades como trabalho em equipe, respeito ao próximo, respeito às regras, pensamento e raciocínio rápido, enfim, habilidades que um “bom cidadão” deve possuir e que será quase impossível de se trabalhar na aula de matemática, por exemplo, mas possível dentro da quadra.

É a época em que há o primeiro contato com muitos esportes e, se os estudantes tiverem o seu potencial bem aproveitado, podemos ter atletas eficientes. Já expliquei isso melhor em outro artigo. Brasil como potência olímpica. 

O professor de educação física escolar é o mais adorado e respeitado pelos alunos, quase em todas as escolas, afinal é o “cara” que faz a molecada liberar energia. Professores de plantão, usem isso a seu favor!

A Educação física – Academia

profissional de educação física academiaPara quem acha que estudar educação física é só jogar bola e treinar, está muito enganado. Como disse, tudo muda e a educação física passou a se importar com a saúde, com o estudo do corpo humano, com o efeito de cada atividade em nosso organismo.

As academias também perceberam isso e o mundo fitness parou de se importar tanto com estética para trazer mais qualidade de vida para as pessoas. Terceira idade, lesões, patologias cardíacas, obesidade… cada etapa da vida ou situação de cada indivíduo requer um treino específico, um cuidado diferenciado. Entretanto, a estética é a essência desse mundo e é preciso saber como trazer resultado e motivação para esse público.

A educação física – Treinamento Esportivoprofissional de educação física lutas

Há anos treinadores de clubes, lutas e até danças não precisavam ser formados para darem aulas. Mas não teve jeito, por lei foram obrigados. E eu vejo isso de maneira muito positiva porque:

1 – alguns profissionais não sabiam da importância que tinha o esporte para o desenvolvimento de uma pessoa e nem como fazer isso da melhor forma: treinamento para adulto é uma coisa para criança é outra.

2- o alto-rendimento hoje é muito competitivo, cada segundo, cada centímetro, cada acerto faz diferença. Isso é essencial para saber em que fase de seu treinamento se encontra o atleta.

Tentei mostrar como a educação física é relevante, como é importante valorizá-la e que você, professor, pode estar fazendo a diferença na vida de muitas pessoas.

Vamos fazer a diferença!

banner post

Sobre o Autor

Personal Trainer por profissão, blogueiro por acidente. Treino é mais do que um vício: é um estilo de vida para mim! Saiba mais sobre o Renato CREF: 0859033-G/SP

Artigos Relacionados