Como calcular o IMC? Será que é para todos?

Como calcular o IMC? Será que é para todos?

Quem nunca ouviu falar dessa sigla, IMC? O índice de massa corporal está presente na avaliação física, em pesquisas científicas, em reportagens na tv e revistas. Mas o que é e como calcular o IMC? Se que esse índice serve para todos?

O IMC nada mais é que uma forma simples e barata de estimar o peso corporal de uma pessoa. Entretanto esse “peso” no IMC é identificado como gordura corporal, isso porque esse índice é usado para avaliar o risco de desenvolvimento de doenças e não fins estéticos.

Como calcular o IMC?

Esse índice é calculado pela fórmula: peso/altura². Podemos ver na tabela ao lado a classificação, você pode calcular o seu IMC e acompanhar a leitura.

IMCClassificação
 <18,5 Magra
 18,5-24,9 Normal
 25-29,9 Sobrepeso
 30-34,9 Obeso Grau I
 35-39,9 Obeso Grau II
 <40 Mórbido

Quando o resultado é menor que 18,5 kg/m², pelo índice, é considerado magro (abaixo do peso), pessoas nessas classificação correm o risco de desenvolver doenças infecciosas, pois, esse resultado, pode significar desnutrição ou metabolismo desregulado, provocando baixa imunidade.

Entre 18,5 até 24,9 kg/m² é considerado peso saudável, ou seja, aquele peso para aquela altura estima que a pessoa está saudável.

Dos 25 kg/m² em diante começa a classificação para sobrepeso, pessoas nessas faixas indicam maiores riscos de doenças crônicas, que são doenças cardiovasculares, pressão alta, diabetes… Pois, quanto maior o peso, maior será a quantidade de gordura corporal.

IMC é um bom índice para todos?

Esse índice é usado para nível populacional e muitas pessoas não entram nessa fórmula. Pessoas ativas fisicamente possuem mais massa magra do que gordura, assim seu IMC poderá ser alto e, claro, não é sinal de que está com sobrepeso.

como calcular o imcComo ele é incapaz de diferenciar massa gorda e massa muscular, o IMC é mais usado para sedentários.

Um outro grande problema do IMC: ele não avalia a distribuição da gordura corporal. A gordura corporal pode ser distribuída pelas pernas e quadril, criando um formato de pera, chamada de gordura ginóide, muito comum em mulheres.

Mas também, a gordura pode ficar localizada no abdômen e peitoral, criando um formato de maçã, chamada de gordura andróide, mais comum nos homens.

A gordura concentrada na região abdominal e peitoral, onde se encontram os órgãos vitais, leva o indivíduo a ter mais riscos de doenças crônicas do que o formato pera, essa é uma das razões para homens terem mais infartos do que mulheres.

Para analisar o risco cardíaco através da localização da gordura concentrada usamos a formula da Relação Cintura Quadril.

Fica claro que o IMC é um índice interessante quando se leva em consideração os fatores do sedentarismo, e claro não é porque se a pessoa se encontra em algum grau de risco necessariamente não seja saudável.

Agora você já sabe o que é e como calcular o IMC! Analise se esse índice serve para você. Gostou? Compartilha e…

Bom Treino

Sobre o Autor

Personal Trainer e empreendedor. Treino é mais do que um vício: é um estilo de vida para mim! Precisando de Personal Trainer? Clique Aqui CREF: 0859033-G/SP